Trezena

TREZENA 2015

Tabela Geral
Músicos
Grupo
Responsável
Palestrante
Presidente
Comunidade
convidada
Gesto
Concreto
01/06-Seg
Renato
Todos
Pe.José Manuel
Santo Antônio
Açúcar
02/06-Ter
Eriton
P.Batismo
Pe.Valmir
Santa Clara
Margarina
03/06-Qua
Renato
E.Providência
------------
N.S.Aparecida
Feijão
04/06-Qui
M.Arca
T.Homens
Mãe Imaculada
Mãe Rainha
------------
São José
Café
05/06-Sex
M.Arca
S.A.Vocacional
Equipe Liturgia
------------
N.Sra.Dores
Macarrão
06/06-Sáb
MT5
Grupo Jovem
P.Juventude
I.A.M
------------
Sag.Coração
Óleo
07/06-Dom
F.Anjos
Catequese
------------
São Francisco
Leite
08/06-Seg
Renato
P.Dízimo
Aldemar Rios
Divina Luz
Biscoito
09/06-Ter
M.Arca
A.Aliança
------------
Arroz
10/06-Qua
Eriton
P.P.Idosa
P.Criança
------------
Sag.Família
Farinha
11/06-Qui
Eriton
P.Afro
Cedhu
Pe.Valmir
N.Sra.Fátima
Fubá
12/06-Sex
Eriton
P.Família
------------
Sardinha
enlatada
13/06-Sáb
(Manhã)
Renato
Comunidade
------------
Todas
13/06-Sáb
(Noite)
MT5
Comunidade
------------
Todas
OBSERVAÇÃO :
Acolhida nas noites: com a Pastoral da Família
Vendas nas noites: com a Comunidade Santo Antônio
Limpeza da igreja: após cada celebração com o grupo da noite.
LEMBRETES:
Dia 06/06 - Visita Missionária com o Comipa.
Dia 07/06 – Quermesse pela manhã: almoço, lanches, pescaria, bazar.


TRECHOS DA VIDA DE SANTO ANTÔNIO

1 - SANTO ANTONIO NASCEU EM LISBOA – Portugal – no final do século XII. Recebido pelos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, transferiu-se depois para a Ordem dos Frades Menores com a intenção de pregar aos povos africanos. Mas foi na Itália e na Franca que exerceu seu ministério, principalmente o da pregação do Evangelho. Era um homem muito preocupado com o social e seus sermões era cheios de unção espiritual. Morreu  em Pádua no ano de 1231. Que ele interceda a Deus pela evangelização da Igreja em nossos dias.

2- OS PAIS DELE ERAM MUITO RELIGIOSOS e o educaram com muito carinho na religião cristã. Na pia batismal o nome de Fernando. Desde muito pequeno acompanhava os pais nas celebrações religiosas na Catedral. Ainda menino foi encaminhado para a escola dos Cônegos Regulares, onde recebeu boa formação humana e educação cristã aprimorada. A mãe teria consagrado o menino à Santíssima Mãe de Deus, desde os primeiros anos de vida. E ele foi crescendo em sabedoria e graça, servindo ao altar de Deus como acólito. Já aos 15 anos de idade, o jovem Fernando de Bulhões sentiu o desejo de buscar o caminho da vida religiosa. Foi aceito pelos cônegos regulares de Santo Agostinho, os frades agostinianos, no Mosteiro de São Vicente, em Lisboa. Jovem inteligente, durante dois anos recebeu destes frades excelente formação intelectual e religiosa.

3 - O MODO DE VIVER DOS FRADES MENORES suscitava admiração e estima junto aos habitantes de Coimbra e das cercanias. Todos, pequenos e grandes, queriam trocar algumas palavras com eles para também contagiar-se com sua alegria. Fernando também havia se encontrado com eles, muitas vezes, pelos caminhos da cidade, e acolhera-os no mosteiro. Tinha ouvido deles algumas das maravilhosas experiências vividas por Francisco de Assis: o convite que lhe fizera o Crucifixo de São Damião, para que lhe restaurasse sua igreja; o beijo no leproso; a renuncia à herança paterna diante do bispo; a escolha da pobreza evangélica, para assemelhar-se mais intimamente ao Cristo.

4 - QUANDO O JOVEM FERNANDO era estudante de Teologia, em Coimbra, ele conheceu os filhos de São Francisco que morava no convento de Santo Antão de Olivas, muito próximo ao seu mosteiro. Em fevereiro de 1220, Fernando fica sabendo que os frades menores que tinham ido pregar missões em Marrocos haviam sido martirizados. Os restos mortais dos Franciscanos foram velados na capela do Mosteiro da Santa Cruz. Fernando decide ser franciscano também. E em 1221 ele é admitido na Ordem Franciscana, recebendo o nome de Frei Antônio e vestindo o hábito de São Francisco, com o grande sonho de poder ser missionário até o fim. Ele então parte para Marrocos, sentindo também ele que é chamado a participar na conversão dos chamados infiéis. Porém adoece gravemente e não podendo cumprir aquilo a que se propunha, teve de embarcar de regresso a Lisboa. Só que o barco é apanhado numa tempestade e o Santo vê o seu itinerário alterado ao sabor da vontade de Deus e acaba por aportar na Sicília.

5 - SANTO ANTÔNIO PREGAVA EM BRIBA, quando uma senhora, apressada para assistir seu sermão, deixou sobre o fogo um caldeirão com água, sem se lembrar de que seu filho pequeno ficara só em casa. Ao chegar da pregação, viu com horror que o menino havia caído dentro do caldeirão e que a água estava fervendo. Bem se pode imaginar os gritos de desespero que deu a pobre mãe! Não ousava aproximar‑se, certa de que encontraria a inocente vítima horrivelmente queimada e morta. Mas, cheia de fé em Santo Antônio, invocou‑o e quando aproximou‑se seu filho estava são e salvo, brincando e pulando na água fervente, sem que esta lhe queimasse.

6 - DURANTE UMA PREGAÇÃO na cidade de Rimini (Itália), Antônio foi envolvido numa disputa com uns hereges, que negavam a presença de Jesus na Eucaristia. Um deles, de nome Bonovillo, disse-lhe: ‘Não acredito que a Hóstia seja o Corpo de Cristo! Mas quero desafiar-te, ó frade: se a minha mula se ajoelhar diante da Hóstia, então acreditarei’. Antônio então aceitou o desafio. O homem ainda disse: “Deixarei a mula de jejum por três dias. Se ela ignorar a cevada e se ajoelhar diante da Hóstia, me tornarei católico’. Santo Antônio retirou-se para o convento em oracão. Chegado o dia Antônio apresentou-se com o Santíssimo Sacramento. Todos os presentes fizeram um profundo silêncio. Então Antônio, em voz alta ordenou à mula: ‘Em nome do teu Criador, que trago vivo, verdadeiro, real e substancial nas minhas mãos, embora indignamente, ordeno-te, ó mula, que venhas já ajoelhar-te diante d´Ele, a fim de que estes hereges reconheçam que toda a criação é submissa e obediente ao Cordeiro que Se imola sobre os nossos altares’. O dono instigava o animal, tentando-a com o seu alimento preferido. Mas o animal, recusou a cevada,  aproximou-se do religioso e dobrou as patas anteriores diante da Hóstia e assim ficou. O homem então arrependido confessa publicamente o seu erro e, a partir daquele dia, tornou-se um dos mais zelosos colaboradores do Santo juntamente com toda a sua família.

7 - ALGUNS HEREGES RESOLVERAM MATAR Antônio, envenenando‑o. Convidaram‑no para comer com eles, dando como pretexto debater sobre alguns pontos da Fé. Santo Antônio sempre aceitava comparecer a esses debates e polêmicas. Os hereges puseram diante dele, entre outros pratos, um que continha veneno mortal. Antes que o tocasse, Deus revelou‑lhe a cilada e o Santo, conservando toda a calma, repreendeu os hereges pela traição. Vendo revelado o intento perverso, os hereges não se abalaram e responderam cinicamente: "É verdade que esse prato tem veneno, mas nós o colocamos aí porque desejamos fazer uma experiência: no Evangelho está escrito que Jesus Cristo disse aos seus discípulos que ainda que tomassem veneno mortal nenhum mal sofreriam e estamos querendo saber se és de fato discípulo de Cristo". Santo Antônio fez o sinal da Cruz sobre aquele prato e o comeu com apetite, saboreando a comida envenenada como se fosse alimento saudável, e nada sofreu, deixando mais uma vez os hereges confusos e assombrados.

8 - UM RAPAZ FOI ASSASSINADO perto da casa de Martinho de Bulhões, pai de Santo Antônio. Os assassinos levaram às escondidas o corpo para o seu quintal e ali o enterraram, Mais tarde, foi descoberto pela Justiça o corpo da vítima e Martinho foi acusado pelo crime, ficando quinze meses preso. No dia do julgamento Frei Antônio foi misteriosamente avisado do perigo que ameaçava seu pai. E foi imediatamente pedir ao Guardião do convento que o deixasse ausentar‑se de Pádua por pouco tempo. Assim que foi autorizado, viu‑se transportado num instante à Lisboa, indo direto ao tribunal e, depois de beijar a mão de seu pai em sinal de respeito, tomou a sua defesa. Os juízes ficaram impressionados com o aparecimento daquele inesperado advogado e com a segurança com que ele falava , mas não se convenceram da inocência do réu. Faltando testemunhas de defesa, Antônio apelou para o depoimento da vítima. Os assistentes, surpresos com a estranha proposta, começaram a rir. Tal foi a surpresa e o espanto de todos quando ao chegar à sepultura, o Santo ordenou que a abrissem e chamou o cadáver em voz alta, ordenando‑lhe em nome de Deus que dissesse aos juízes a verdade sobre o seu assassinato. Imediatamente o morto levantou‑se como se estivesse vivo e respondeu com voz sonora que Martinho de Bulhões era inocente. Em seguida, deitou‑se na sepultura. Santo Antônio, depois de se despedir do pai, desapareceu. Ficaram os juízes e a assistência assombrados com o milagre que acabavam de presenciar. O nobre Martinho de Bulhões, graças ao seu santo filho, teve sua vida salva. Os verdadeiros culpados foram descobertos.



9 - AQUI GOSTARÍAMOS DE DETER-NOS NO SÍMBOLO DO PÃO. O pão constitui um elemento inseparável de toda a devoção a Santo Antônio, independente de sua origem. Ele até se chama “Pão de Santo Antônio”. A história do “Pão de Santo Antônio” remonta a um fato curioso que é assim narrado: “Antônio comovia-se tanto com a pobreza que, certa vez, distribuiu aos pobres todo o pão do convento em que vivia. O frade padeiro ficou em apuros, quando, na hora da refeição, percebeu que os frades não tinham o que comer: os pães tinham sido roubados”. Atônito, foi contar ao santo o ocorrido. Este mandou que verificasse melhor o lugar em que os tinha deixado. O Irmão padeiro voltou estupefato e alegre: os cestos transbordavam de pão, tanto que foram distribuídos aos frades e aos pobres do convento. Até hoje na devoção popular o “pãozinho de Santo Antônio” é colocado, pelos fiéis nos sacos de farinha, com a fé de que, assim, nunca lhes faltará o de que comer. Mais do que a lenda da origem do “Pão de Santo Antônio”, importa perceber toda a riqueza do seu simbolismo. Sem dúvida ele revela toda a riqueza da dimensão apostólica da vida de Santo Antônio.


(Página em construção)
A Reza de Santo Antônio ainda é uma tradição em muitas famílias que mantém o costume de rezar em casa a devoção a este santo tão popular. Aqui reuniremos alguns modelos desta reza que pode variar em algumas partes. 

REZA DE SANTO ANTÔNIO – I
ORAÇÃO PREPARATÓRIA
Meu desvelado e solicito protetor Santo Antônio, humildemente postados a seus pés, lhe oferecemos estes piedosos exercícios para que nos alcance, da Divina Majestade, o perdão dos nossos pecados, as virtudes cristãs que praticaste em grau tão heróico, a santa perseverança final e a graça particular que especialmente de vós solicitamos, se ela não for conveniente, alcançai-nos uma completa e absoluta conformidade com a vontade de Deus. Fazei Glorioso Santo, que nestes dias que lhe consagramos, como em todo o tempo de nossas vidas, nos conserve sempre em graça e amizade com Deus, que jamais Dele nos apartemos pelo pecado e que, enfim, tenhamos a dita de o amar e gozar em sua companhia, na Glória do céu.

SÚPLICA:
Meu querido Santo Antônio, Santo dos mais carinhosos, o vosso ardente amor de Deus, as vossas sublimes virtudes e grande caridade para com o próximo vos mereceram durante a vida o poder de fazer milagres espantosos. Nada vos era impossível senão deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos imploramos que nos obtenhais a graça especial que neste momento pedimos. Oh! bondoso e santo Taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de simpatia pelos homens, segredai as nossas preces ao Menino Jesus que tanto gostava de repousar nos vossos braços. Uma palavra vossa nos obterá as mercês que pedimos. (Segue-se a meditação do dia).

1º Dia: Invencível Santo Antônio, mártir pelo desejo, pelo fervor do amor que vos inflamou com o ardente anseio de derramar o vosso sangue por Nosso Senhor Jesus Cristo, invocamos o vosso auxílio para que nos assistais a nós e a todos os agonizantes na hora da nossa morte, e para que obtenhais o eterno descanso para as almas do purgatório. (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

2º Dia: Oh! Santo Antônio, grande Doutor da Igreja, que ilustrastes a eterna e imutável verdade tanto pela palavra como pelo exemplo, nós vos imploramos que nos conserveis na fé católica, que convertais os que estão fora da nossa Igreja e que extirpeis todos os erros e falsidades. Obtende também que os Governantes e os Magistrados exerçam a justiça com eqüidade e para o bem do povo.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

3º Dia: Oh! bondoso consolador Santo Antônio! Nunca quem procurou o vosso auxílio deixou de ser atendido. Humildemente vos suplicamos que nos auxilieis, a nós e a todo o mundo, nas calamidades e aflições; Preservai-nos da falta de arrependimento, da covardia e do desespero; Afastai de nós toda a intolerância e toda a discórdia. (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

4º Dia: Santo Antônio, fervoroso adorador de Nosso Senhor Jesus Cristo, que ateastes em toda a parte o fogo da caridade perante o qual os demônios fugiam, guardai as nossas almas e os nossos corpos, e defendei-os contra as tentações de Satanás, para que ele não tenha o poder de nos molestar em pensamentos, palavras e obras, e afastai de nós todos os vãos receios e imaginações. (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

5º Dia: Oh! maravilhoso pregador Santo Antônio, a cujas poderosas palavras nenhum pecador podia resistir, humildemente vos suplicamos que preserveis os nossos corpos de febres, feridas e doenças infecciosas, e as nossas almas da lepra do pecado.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

6º Dia: Oh! milagroso Taumaturgo Santo Antônio, em quem Deus manifestou o seu poder, livrai-nos de todas as fraquezas e enfermidades para que possamos sempre glorificar Deus Todo Poderoso, sãos de espírito e de corpo, e fortes de alma.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

7º Dia: Santo Antônio, fiel guia dos viajantes, a quem Deus deu o poder de dominar as tempestades e de acalmar as ondas do mar, preservai-nos a nós e a todos os viajantes dos perigos do mar e da terra, e do naufrágio das nossas almas.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

8º Dia: Oh! valente confessor Santo Antônio, que libertastes das cadeias temporais os corpos dos homens, e das cadeias espirituais as suas almas, libertai os pobres cativos das prisões que não mereceram, e as almas que o pecado escraviza, das trevas dos seus cárceres espirituais, e auxiliai todos os que estão condenados à morte. (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

9º Dia: Oh! branca Flor da Pureza, Santo Antônio, que tivestes nos vossos braços virginais Jesus, o Filho de Deus, nós vos suplicamos que nos preserveis a nós, e a todos os que nos pertencem, dos males corporais; Auxiliai também os surdos, os mudos, os cegos, os coxos, os disformes, e alcançai para eles a paciência necessária para suportarem as suas aflições. Ajudai também a preservar o corpo místico da Igreja, e fazei com que todas as nações, com os seus governantes e príncipes, se conservem fiéis ao seu chefe.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória).

10º Dia: Fidelíssimo Santo Antônio, que desprezastes os bens deste mundo para poderes obter as riquezas de Cristo, ajudai-nos a nunca desejar nada que nos seja prejudicial, preservai-nos de todas as ambições mundanas e obtende-nos que procuremos sempre a graça, e, se a perdermos, não descansemos até recuperá-la.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

11º Dia: Santo Antônio, poderoso auxiliar, em quem o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo obra tão grandes maravilhas, invocamos o vosso auxílio em todos os perigos, visíveis e invisíveis. Preservai-nos, pela vossa intercessão, dos nossos inimigos, dos raios, das tempestades, do incêndio e da guerra, e livrai-nos fielmente de todos os perigos da alma e do corpo.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

12º Dia: Santo Antônio, refúgio universal, nós vos suplicamos que nos socorrais em todas as aflições, na pobreza e na enfermidade; Que socorreis as viúvas e os órfãos, e todos aqueles que vos invocam nas suas necessidades. (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

13º Dia: Oh! Glorioso Santo Antônio, honra de Portugal, Apóstolo de todas as nações, manifestai-nos o poder milagroso que tem ganho vitórias tão maravilhosas sobre o erro e a descrença, e acendei nos nossos corações a chama da divina caridade e do amor fraterno, a fim de que, unidos no aprisco verdadeiro do Divino Pastor, possamos glorificar Aquele que, com o Pai e o Espírito Santo, vive e reina eternamente. Amém.  (Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)

VINDE NÓS
Vinde nós Espírito Santo do céu a vossa luz nos mandai oh vinde inspirai nossos cânticos, nossa fraca fé, / confiança animai. Abrasai em Divina chama (bis) inflamai em celeste ardor os nossos corações e almas no mais ardente e no mais puro amor (bis)

DEUS IN ADJUTORIUM
Deus in adjutorium meum intende domine ad adjuvandum me festine / Gloria ao Pater, et Filio, et Spirito Sancto / Sicut erat in principio et hac hora et semper et in saeculum saeculorum amem

VINDE ESPÍRITO
Vinde Espírito Divino nossas almas renovai,
Sobre o peito que criaste, dom celeste derramai. (bis)
1. As potencias de nossa alma vinde já vinde Senhor
Aumentai as nossas crenças nossas esperança e amor (bis)
2. Dom de Deus o mais sublime vinde já, vinde Senhor,
Aumentar a nossa crença, nossa esperança e amor (bis)
3. Fazei com que o Espírito Santo, Pai e Filho conheçamos,
Em vós sendo Três Pessoas um só Deus no Céu vejamos (bis)

RESPONSO
Se milagres desejais recorrei á Santo Antônio. 
Vereis fugir o demônio e as tentações infernais. 
Recupera-se o perdido. Rompe-se a dura prisão.  
E no auge do furacão cede o mar embravecido.
2. Todos os males humanos se moderam e se retiram. 
Que digam os que o viram e digam os paduanos.
3. Glória ao Pai e glória ao Filho, ao Espírito Santo
Também agora e sem fim. Amém

GLORIOSO SANTO ANTÔNIO
Glorioso Santo Antônio com Deus menino nos braços
Fazei com que Ele nos prenda com seus amorosos laços
 
Refrões: PN, AM, GP

Gloria ao Pater, et Filio, et Spirito Sancto sicut
Oh! Glória! Oh! Glória! Sus potestis principare et numquam et semper
ET saeculum saeculorum amem

Glorioso Santo Antônio em milagres protetoso
Pede a Deus que nos dê um coração fervoroso
Refrões: P.N, A.M, G.P
Glorioso Santo Antônio, espelho de castidade
Conservai meu coração livre de toda a maldade.
Refrões: P.N, A.M, G.P
Glorioso Santo Antônio, que ampara os perdidos
Alcançai-me uma dor tão grande de ter a Deus ofendido
Refrões: P.N, A.M, G.P
Glorioso Santo Antônio, vossa língua é bendita
Fazei que vossa doutrina na minha alma seja escrita
Refrões: P.N, A.M, G.P
Glorioso Santo Antônio, que os inocentes livrai
Livrai-me de cometer horríveis culpas mortais
Refrões: P.N, A.M, G.P
Glorioso Santo Antônio, daí-nos a vossa benção
na terra guiai meus passos, alcançai-me a salvação
Refrões: P.N, A.M, G.P
Glorioso Santo Antônio, luz do mundo refugente
Daí luz para que eu possa ver a Deus eternamente
Refrões: P.N, A.M, G.P

INCENSO
1. Incensai, incensai Antônio com profunda devoção
Aquele que nos guia ao caminho da Salvação
Subiu precioso incenso até o trono do Altissimo
Incensai glorioso Antonio com perfume suavíssimo
2. Oh vós piedoso Antonio que adora no céu e na terra
Abriu o tesouro Divino em mil graças se encerra
3. Esta linda esperança em volta a nossa alma guia
Seja aceita La no céu por Antonio e Maria
4. Até as flores se alegram para incensar o vosso altar
Incensai glorioso Antonio que é o rei de Portugal

LADAINHA
Kyrie eleison, Criste eleison
Kyrie eleison, Criste audi nos
Kyrie eleison, Criste axaudi nos

Pater de coelis Deus - Miserere nobis
Fili redenton mundi de Deus - Miserere nobis
Spirito Sento em Deus - Miserere nobis
Santa trinitas unus Deus - Miserere nobis

CÂNTICOS A SANTO ANTÔNIO
1.Santo Antônio / Santo português / Fiel nacional (Orai pro nóbis)
Pregador das graças  (Orai pro nóbis – 3x)
2. Estrela do Oriente / Pai da caridade / Rosa da paciência (Orai pro nóbis)
Luz da castidade (Orai pro nóbis – 3x)
3. Defensor da pátria / Esplendor da Europa / Brasão lusitano (Orai pro nóbis)
Estrela da Espanha (Orai pro nóbis – 3x)
4. Luz da Itália. / Antônio Sagrado / Honra dos menores (Orai pro nóbis)
Querido dos homens (Orai pro nóbis – 3x)
5. Abrigo da inocência / Angélico varão / Varão continente. (Orai pro nóbis)
Varão apostólico. (Orai pro nóbis – 3x)
6. Antonio bendito / coluna da igreja / Zelador da lei (Orai pro nóbis)
Vaso da eleição (Orai pro nóbis – 3x)
7. Oráculo do céu. / Esplendor da fé / Língua bendita (Orai pro nóbis)
Martírio dos desejos (Orai pro nóbis – 3x)
8. Pregador Da gente / Antonio oranista / Antonio adorado (Orai pro nóbis)
Assombro dos demônios. (Orai pro nóbis – 3x)
9. Mestre das virtudes. / Terror do inferno / Flagelo dos vícios (Orai pro nóbis)
Protetor das moças (Orai pro nóbis – 3x)
10. Auxílio dos casados / Amparo das viúvas / Dr. Evangélico (Orai pro nóbis)
Martelo dos hereges (Orai pro nóbis – 3x)
11. Arca do Testamento. / Sustentáculo da fé / Antônio de Pádua (Orai pro nóbis)

Retrato de todos os santos (Orai pro nóbis – 3x)

HINOS Á SANTO ANTÔNIO

SANTO ANTÔNIO QUE ESTAIS JUNTO

Santo Antônio que estais junto a nós
Nos ajuda a criar um mundo novo
Onde a paz, a justiça e a verdade sejam força e esperança do povo.
2. Santo Antônio, presente na luta de quem parte na busca de pão,
Que o suor derramado cultive a semente do Reino de irmãos.
3. Santo Antônio do povo sofrido, vem mostrar novo tempo florir
Onde tudo será partilhado: nova era de um povo a sorrir.



AGORA NOS SENTIMOS 
Agora nos sentimos bem fortes pra lutar.
A ti nós nos unimos para o amor testemunhar.
Santo Antônio, por nós olhai! (4x)
2. Tenhamos a coragem de amar sem distinção
E viver entre os homens a mensagem do perdão.
3. Bem pobre te fizeste segundo o teu Senhor
E aos pobres te entregaste com ternura, paz e amor.

SANTO ANTÔNIO BEM AMADO 

Santo Antônio bem amado que é de Pádua, de Lisboa.
Atendei ao meu chamado: minha vida não anda boa.
Ó meu Santo milagreiro que viveu em oração.
Tenham em ti um companheiro pra quem abra o coração.
Santo Antônio ajuda a encontrar tudo o que está perdido.
Santo Antônio faz moça solteira arranjar bom marido.
Pra afastar de mim o perigo, trago a tua imagem comigo.
Santo Antônio tu és meu escudo e acima de tudo o meu melhor amigo.
Por Jesus encaminhado a uma vida benfazeja.
Santo Antônio bem amado é o doutor da nossa Igreja.
Até peixes atraías: ouvidor dos teus sermões.
Santo Antônio alivia todas nossas aflições.

LADAINHA DE SANTO ANTÔNIO
Santo Antônio rogai por nós
Intercedei a Deus por nós.
1. Pregador do Evangelho / Pelo povo abandonado
Para sermos mensageiros / Da justiça e da esperança
2. Mestre sábio da verdade / Pela igreja peregrina
Pelos jovens namorados / Pelos lares em perigo
3. Vós, irmão dos pequeninos / Pelos pobres e doentes
Pelos tristes e abatidos / Pelos povos oprimido
4. Para o mundo ser mais justo / Pela paz na humanidade
Para sermos mais fraterno / Para acharmos o perdido.


LADAINHA DE SANTO ANTÔNIO (II)
1. Santo Antônio, Santo português, Fiel Nacional (Ora pro nobis).
Luz da Itália - Ora pro nobis...Ora pro nobis, pro nobis, pro nobis.
2. Antônio Sagrado, Honra dos Menores, Amado de Deus...
Querido dos homens - Ora pro nobis...pro nobis, pro nobis.
3. Varão Evangélico. Abrigo da Inocência. Espelho da Castidade...
Esplendor da Europa - Ora pro nobis...pro nobis, pro nobis.
4. Brasão da Lusitânia, Pregador das Gentes, Estrela da Espanha...
Varão Continental - Ora pro nobis...pro nobis, pro nobis.
5. Retrato de todos os santos, Antonio de Lisboa, Antonio Pádua...
Glorioso Santo Antônio - Ora pro nobis...pro nobis, pro nobis.

PORTUGUÊS ANTÔNIO

Português Antônio, todo soberano 
Viestes ao mundo depois de um ano
2. Depois de um ano viestes a terra. 
E porque sois Santo tudo em vós se encerra
3. Tudo em vós se encerra, não tem outro igual. 
Porque sois no mundo o mais singular
4. O mais singular nascido em Lisboa.
Com que sempre a ordem cuja fama zoa.
5. Cuja fama zoa por todo universo
Pois também meu Santo ouve o que vos peço.
6. Ouve o que vos peço sabeis o que quero.
Auxílio de graça, cuja graça espero.
7. Cuja graça espero de Deus alcançar 
Com muita firmeza para não pecar.
8. Para não pecar contra o Rei Divino, 
Majestosa glória com vosso Menino.
9. Com vosso Menino todo folgazão. 
Vos trazei em brinde na palma da mão.
10. Na palma da mão vós o sustentai 
com tanta grandeza. Bendito sejais.
11. Bendito sejais ao Menino também, 
que nos dê a glória para sempre amém.
12. Para sempre amém. Adoremos a cruz
Que nela morreu o nosso Bom Jesus.

SUBI PRECIOSO INCENSO
Subi precioso incenso até o trono do Altíssimo.
Incensai o Glorioso Antônio com perfume suavíssimo.
1. Até as flores se alegram no aprisco deste nome.
Subi precioso incenso para incensar o Glorioso Antônio.
2. As grandezas desprezaste: ouro e perola embalsamadas.
Subi precioso incenso em nuvens perfumadas.
3. Recebei, ó Santo Antônio, este incenso para vos perfumar.
Nossas preces, nossos rogos Santo Antônio queira aceitar.

RESPONSÓRIO DE SANTO ANTÔNIO 
Se milagres desejais desejais recorrei á Santo Antônio.
Vereis fugir o demônio e as tentações infernais.
Recupera-se o perdido. Rompe-se a dura prisão.
E no auge do furacão cede o mar embravecido.
2. Todos os males humanos se moderam e se retiram.
Que digam os que o viram e digam os paduanos.
3. Pela sua intercessão, foge a peste, o erro e a morte.
O fraco torna-se forte e torna-se o doente, são.
4. Glória seja sempre dada à Santíssima Trindade:
Pai, Filho e Espírito Santo, por toda a eternidade

SANTO ANTÔNIO, ILUSTRE PREGADOR
Ó Santo Antônio, tão ilustre pregador.
Socorrei os necessitados, abençoai todo sofredor.
1. Com muita fé vou cumprir minha devoção
Vou rezar uma trezena reunir o povo na oração.
Lá na capela com as famílias reunidas.
Ao redor da mesa santa/ celebrar o Deus da Vida.
2. Como discípulo assumiu a profecia.
Foi o mestre do Evangelho, título que o honraria.
O que se sabe é que ele incomodava.
Foi até pregar aos peixes quando não o escutaram.
3. Homem de Deus pelo mundo percorria
Preparando a humanidade para o reino que viria.
Palavras simples exortava o mensageiro.
Ele Cristo veio a Ti para poderes ir a Ele.
4. Ó grande apóstolo da Palavra do Senhor.
Leva Cristo nos braços para o povo pecador
Mostra o caminho para os desanimados.
Encoraja os peregrinos nesta nova caminhada.

11 - MARAVILHA DE DEUS 
Maravilha de Deus e da graça. Das virtudes, cantor de Maria.
Coração de pureza, sem jaça. Santo Antônio protege e nos guia.
De Francisco, fiel seguidor. Do Evangelho, Trombeta e Canção.
A levar pelo mundo uma flor e esperança da mesa com pão! (2x)
2. Santo Antônio do povo e dos pobres roga a Deus para a moça casar.
Mas avisa que a coisa mais nobre é a vontade de Deus aceitar.
3. Santo Antônio intercede bem forte junto a Deus pela coisa perdida.
E nos mostra Jesus como norte, fosse pão para toda a subida.

LADAINHA DE SANTO ANTÔNIO (III)
1.Santo Antônio Rogai por nós!
Santo português Rogai por nós!
Fiel nacional Rogai por nós! (3x)
2. Pregador das graças / Estrela do Oriente / Mar de caridade
3. Rosa da paciência / Lírio da castidade / Defensor da pátria
4. Esplendor da Europa / Brasão da Lusitânia / Luz da Itália.
5. Antônio Sagrado / Honra dos menores / Amado de Deus
6. Querido dos homens / Abrigo da inocência/Antônio continente.
7. Antônio angelical / Antonio penitente / Antônio apostólico.
8. Vaso da eleição / Pregador da fé / Oráculo do céu.
9. Língua bendita / Martírio dos desejos / Assombro dos demônios.
10. Terror do inferno / Flagelo dos vícios / Mestre das virtudes.
11. Depurador dos perdidos / Martelo dos hereges / Arca do Testamento.
12. Retrato de todos os santos / Antonio glorioso / Antonio da Franca.
13. Antonio amado / Antonio festejado / Antônio de Pádua.

SALVE, OH ANTONIO
Salve, oh Antônio / Ouve os rogos meus.
A misericórdia / Alcançar de Deus.
2. Sois vida e doçura / Dos vossos devotos
Esperança certa / Dos seus firmes votos
3. Salve, oh Antonio / Atendei os brados
Dos filhos de Eva / Triste degradados.
4. Gemendo e chorando /Pelo céu redondo
Vivendo nos males / Deste cruel mundo.
5. Volvei as nossas faces / Com os olhos propícios
Salve os brasileiros / No santo exercício.
6. Oh! Doce Antônio / Sempre tão clemente
Rogai piedoso / Pela humana gente.
7. Depois que acabarmos / A vida presente
Mostrai nossas almas / Ao Onipotente.
8. Para merecermos / De Cristo também
Rogai das promessas / Para sempre. Amém.

BENDITO LOUVADO SEJA 
Bendito e louvado seja Santo António, sol brilhante
Que em Lisboa, França e Itália, Deu-se luz a mais rutilante.
2. Aqui tanto se abrasava no fogo do amor divino.
Que era já nestes incêndios. Gigante, sendo menino.
3. Querendo que só Deus visse a sua luz permanente,
Com 15 anos de idade recolheu-se a São Vicente.
4. Bendito e louvado seja Santo Antonio, sois divino.
Sois protetor de Portugal rogai por nós santo menino.
5. Oh Antonio sois divino, oh Antonio sois menino.
Sois protetor de Portugal. Rogai por nós santo menino.
6. Misericórdia meu Deus, misericórdia Senhor.
Misericórdia, vos pedem esses grandes pecadores.
7. Vosso sangue precioso, soberano e cheio de glória.

MEU INSIGNE PORTUGUÊS
Meu insigne português oferecemos hoje quero
Com todo meu coração este meu culto sincero
1. Se foste da mãe de Deus tão fino e tão puro amante.
Podeis fazer como eu seja também neste amor constante.
2. Peço a vós que me ampareis na vida e na morte também
Até que me conduzais a Santa Jerusalém

SALVE Ó GRANDE ANTÔNIO

Salve ó grande Antônio, santo universal
Que amparais os aflitos contra todo o mal.
Bem mereceste ter com amor
Em vossos braços o Salvador.
2. Desprezando as honras pela sã pobreza.
A Jesus nos destes com amor e firmeza.
3. Em Santas Missões povos converteu.
Vossa língua santa que não pereceu.
4. Irmão protetor sois dos brasileiros
Que milagres cantam por séculos inteiros.

BENÇÃO DE SANTO ANTÔNIO
Glorioso Santo Antônio sobre os vossos devotos lançai
Vossa benção carinhosa. Do céu a graça nos dai.
Rogai por nós ó Santo Antônio, lá no céu,
Onde reina a alegria junto a Deus.
2. Por vossa benção serena, a virtude generosa.
O pecado evitaremos por benção tão amorosa.
3. Eu vos peço ó Antônio pelas vossas trezenas queridas.
Que vos lance a vossa benção durante a nossa vida.

MILAGROSO SANTO ANTÔNIO 
neste mundo tão festejado.
Pois não há quem neste mundo que de nós não seja amado.
Adeus! Adeus! Adeus! Adeus ó Santo Antônio.
Adeus! Adeus! Adeus! Adeus até para o ano.
2. Milagroso Santo Antônio tenha de nós compaixão,
Deste filho que então... Com fervor no coração.
3. Milagroso Santo Antônio nada tenho que vos dar.
Eu prometo a Santo Antônio para o ano eu festejar.
4. Milagroso Santo Antônio uma coisa eu vos peço
Esta fica em segredo. Com adeus eu me despeço.
5. Adeus altar, adeus flores. Adeus luz e adeus trono.
Adeus, até para o ano. Adeus! Adeus! Adeus!

OFÍCIO DE SANTO ANTONIO

Aqui todos reunidos, amigos devotados
Louvando a Santo Antônio, rezando ao seu lado
Queremos Santo Antônio pra nosso padroeiro
Pois ele é conhecido por neste mundo inteiro
Louvando a Trindade que Deus nos revelou
Pregando em toda parte Antônio anunciou.

HINO 1: Menino era Fernando, nasceu em Portugal
Assim como o chamaram na pia batismal.
Pra vida e nas letras será bem instruído
O pai é do comércio e bem constituído.
De escolha do futuro, chagado o momento
Quis ir ao sacerdócio com todo entendimento
Na ordem Agostinha de muita tradição
Entrou para o convento de sua eleição.
Assim ele é formado e bem na companhia
Do povo e do clero com muita alegria
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes, unidos entoamos.

HINO 2: Estuda em Coimbra que é a principal
Escola conhecida em todo Portugal
Vivia bem feliz havia mais de um ano
Passando por ali um grupo franciscano
O grupo muito simples viaja em missão
Da pobre de Assis às terras do Alcorão.
Depois vem a noticia que o grupo deu a vida
Lutando pela fé na terra escolhida
Agora é que Fernando se deixa animar
Para seguir o exemplo na áfrica pregar.
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes unidos entoamos.

HINO 3: Deixou a companhia dos padres agostinhos
E vai ser o Antônio dos frades pobrezinhos
Se torna franciscano em luta missionária
Seguindo o continente da África contraria
A fé em Jesus cristo da pátria Portugal
E vai tentar missão a povo desigual
Porém Deus não queria que o jovem fique lá
E faz com que a doença o faça regressar
Aporta na Itália sem qualquer intenção
E acha por ali um campo de ação
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes unidos entoamos

HINO 4: O campo é muito grande aonde vai pregar
Antônio de Lisboa como se quer chamar
Não há dificuldades pregar aqui e ali
Se faz o que Deus quer não há que preferir
Francisco, fundador do grupo missionário
Encontra em Antônio um mestre doutrinário
Por isso entre os confrades, Antônio é o primeiro
A ensinar doutrina ao povo companheiro
Pregar ao povo simples ensina o candidato
À ordem franciscana, cumprindo o seu mandato
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes unidos entoamos.

HINO 5: A coisa que atrai no primeiro momento
É que o novo frade de Deus é instrumento
De fazer milagres que chamam à atenção
Do povo que aflui pra ouvir a oração
Milagre é sinal o do que Deus quer dizer
E faz que o homem ouça e queira entender
Somente o milagre não deve motivar
Querer o taumaturgo tentando alcançar
Porém que o milagre serve de garantia
Ao que ensina a voz de Deus com maestria.
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes unidos entoamos.

HINO 6: Assim na França, Itália, quer antes em Lisboa
A voz do pregador com fé e ardor ressoa
Milagre de um burro que ao patrão ensina
Que a eucaristia é ponto de doutrina
Milagre do cardume de peixe que aflui
Para ouvir a voz do frade que instrui
Milagre de quem vai com bi locação
Pra defender o pai da falsa acusação
Quem conta os milagres que o frade conseguiu
De Deus para provar o que antes proferiu?
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes unidos entoamos.

HINO 7: Depois morre Antônio, também querem chamar
De Pádua, cidade que tinha pra morar
Depois de sua morte, milagres Deus fazia
De toda qualidade que a igreja conhecia
Que Antônio está no céu, ficando comprovado
Que o céu é recompensa de quem fez o mandato
Passaram muitos séculos e continua o povo
A festejar Antônio, parece um santo novo
E diz a Santa que Igreja que é santo e doutor
Porque sempre dizia palavras do Senhor
Ó grande Santo Antônio ouvi nós vos rogamos
As preces que humildes unidos entoamos.
Recebe Santo Antônio a nossa oração.
Pedindo a Jesus a nossa salvação. (2x)


ORAÇÃO: Ó Deus, que esta celebração de Santo Antônio, vosso confessor e doutor, alegre a vossa igreja a fim de que fortalecida sempre com os auxílios espirituais, mereça receber as alegrias eternas. PCNS.