terça-feira, 7 de agosto de 2012

MARIA JOVEM E CRISJOVEM.

Dois eventos anuais em nossa arquidiocese marcaram profundamente a minha vida de fé e o início da minha caminhada na igreja com a juventude: O Maria Jovem e o Crisjovem. O primeiro - organizado pela Renovação Carismática - acontecia geralmente no mês de agosto e era uma grande alegria para a juventude. Lembro que a primeira vez que participei foi no dia 10/09/1994 e era o oitavo ano (VIII Maria Jovem) e foi no extinto Balbininho. Dom Lucas era o arcebispo na época e foi quem celebrou a missa de encerramento. Muitos jovem da comunidade participaram. A galera era muito animada. Não éramos de fato um grupo de jovens organizados pois ainda estávamos iniciando juntos esta experiencia mas o que nos motivava era a união de outros grupos com suas alegrias e suas camisas padronizadas. Na volta pra casa sempre víamos cantando músicas jovens que aprendíamos na igreja. Os anos seguintes aconteceram mais no ginásio Colégio Antônio Vieira. O segundo - O Crisjovem - também era outro evento bastante esperado. Geralmente ocorria em outubro era organizado pela Pastoral da Juventude (Mais precisamente pela PJMP - Pastoral da Juventude do Meio Popular). Ocorria na maioria das vezes na Concha Acústica do TCA. O que era interessante era a divisão dos grupos para ouvir e participar dos temas voltados para a juventude. Os temas era sempre atuais  e também relacionados com a espiritualidade da igreja. Lembro que cada "grupo" se dirigia aos locais reservados para a discussão (geralmente as escolas próximas ou uma igreja). O Maria Jovem também seguia esta característica. Bom, quero resumir dizendo como faz falta este eventos que faziam a diferença no crescimento e perseverança dos grupos de jovens. Desejo através desta postagem expressar meu saudosismo e também pedir á Deus que abençoe os jovens de nossa igreja para que seja mais dinâmicos e alegrem a nossa vida de fé. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário